segunda-feira, 26 de abril de 2010

A menina de um olho só

Ela nascera apenas com um olho só, filha de uma árvore com uma pedra. Herdou da mãe a paciência e do pai a dureza.Aprendeu a falar com um ano de idade, aos dois anos de idade falava oito línguas e descobriu que era a reencarnação de Guimarães Rosa, aos três anos de idade foi agraciada com uma cadeira na academia brasileira de letras tornando-se uma imortal, substituiu Paulo Coelho que renegou a literatura e abriu uma loja de conveniência na Rússia. Além dos seus dotes lingüísticos e literários era uma profunda conhecedora da vida provando que para melhor enxergar bastava um olho só e com isso atraindo multidões que vinham lhe pedir conselhos de todas as partes do globo terrestre e ás vezes alguns visitantes interplanetários também marcavam presença. Aos sete anos de idade teve uma crise existencial e decidiu ir meditar no morro do alemão ao som de balas e pagodes, um ano depois alcançou a iluminação, arrancou o único olho com o qual nascera e o jogou na Baía de Guanabara, seu gesto de revolta nunca foi esquecido e ergueram no corcovado um monumento a menina de um olho só, onde milhares de pessoas vão todos os anos pedir uma graça ou uma iluminação.

Fim

De Clovis

4 comentários:

  1. Só a ideia do Paulo Coelho sair da Academia, já me deixa Feliz!
    Pô adorei os textos, muito bom mesmo!

    grande abraço

    Cesú

    ResponderExcluir
  2. que coisa linda que eu acebei de ler é um texto motivador e lindo cuja a história aborda sobre esta linda menina que cujo o nome eu não sei mas nossa que legal vou ler novamente parabéns seus lindos.
    2bjo rekalq

    ResponderExcluir
  3. Bizarro .. espero q um dia vcs abram seus olhos pro mundo espiritual , fico muito triste em saber q a humanidade está tão cega q não consegue enxergar certas coisas .. é da natureza dessa menina ter nascido com apenas um olho, mais não existe reincarnação , não sejam tão ignorantes .. crianças têm que brincar com outras crianças correr cair cantar pular etc. não ser adorada como se fosse um deus. Reflitam!

    ResponderExcluir